domingo, 1 de março de 2009

da chuva e das borboletas.

[imagem: devianart]

vezenquando as borboletas no estômago querem fugir pela janela.
.
.
.

5 comentários:

glória disse...

que lindo Mônica! tão leve, breve, denso e perceptivo! bjs

Tainá :) disse...

Será que elas conseguem sair? E voltam?

Mônica. disse...

Tainá, espero realmente que elas voltem.

Ígor Andrade disse...

Deixa fugir. E abre a porta também!
Abraço!

Mônica. disse...

Ígor: portas e janelas ficaram abertas. Acho que elas sempre voltam.