segunda-feira, 9 de março de 2009

dos desejos e dos nós (ou tramas coloridas)...

[foto: janela da alma -casa do Zé-2008]

vezenquando a vida resolve brincar de 'ver-como-a-gente-se-sai-dessa'...
sabe como é?
fazia sol, tudo calmo e quente.
de repente, não mais que de repente...

[aqui eu desejo saúde e sossego, luz e força.]
...

as vontades presas no peito estão mais calmas, como que anestesiadas pelas possibilidades no ar.

e eu acho bonito deixar se conhecer, explorar o mapa do corpo e da alma alheia, compartilhar.

.

[e eu desejo que o amor nasça junto com o sol todos os dias, que amanhã tem banho de mar e lua cheia.]

6 comentários:

Tainá Facó disse...

E sempre que eu leio seus escritos fica junto comigo uma calmariaaaaaaaa! Sinto uma leveza...
Livre, leve e solta!


MEU BEIJO!

Raffs disse...

seus textos...
tão simples e tão lindos..

gosto disso..
gostei daqui...

bjitos xD

glória disse...

compartilhar é um bálsamo dentro das torrentes cotidianas de solidào e medo. traçar pontes de afeto é um jeito de re-inventar a vida. aqui parece um jardim. cheiro bom.bj

Aline Lima disse...

o amor sempre amanhece. (:

-Thiago Matos disse...

E ele nasce.
Tenha a certeza.
O meu beijo.

Mônica. disse...

Tainá! que coisa boa que tu encontra leveza aqui!
.

Raffs!

seja bem-vinda! :)

.

Glória

que possamos ter oportunidades de compartilhar e plantar umas flores, criar jardins!
.

Aline e Thiaguito:

que sempre amanhece, sempre! :)