quinta-feira, 7 de maio de 2009

caminhemos, então.


"A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem."
Guimarães Rosa
...
.
Pensando que nesse é-terno movimento é preciso coragem...Pra levantar, pra dar de cara com o mundo, pra dizer sim, pra ouvir não. Me fascina quem enfrenta seus medos, suas limitações e vai, e segue, intenso, sem saber o que virá no minuto seguinte, apesar de. Ando observando os dias, a mudança do clima, as esperas, as estações, as pessoas. E percebendo as mudanças que acontecem o tempo todo, todo o tempo; desejando que as pessoas se permitam mais o sentir - o outro, o mundo, a si mesmo. De vez em quando ir lá no porão, abrir as janelas e deixar o sol entrar. Dai-nos então coragem, sr. Guimarães! Porque o que a gente quer é ser feliz.

[e, porque cansei, fico me aquietando por aqui.]


"... tenho uma coisa apertada aqui no meu peito, um sufoco, uma sede, um peso, não me venha com essas história de atraiçoamos-todos-os-nossos-ideais, nunca tive porra de ideal nenhum, só queria era salvar a minha, veja só que coisa mais individualista elitista, capitalista, só queria ser feliz, cara."
Caio Fernando Abreu.

3 comentários:

Raphael Haluli disse...

vou, e sigo, intenso, vindo o de sempre que é nesse minuto eterno. não a nada de novo nem de velho que possa vir. tudo é como sempre foi e será. não importando a quantidade de nomes que os homens dão pra isso, a qualidade é sempre a mesma. nÃo existe começo nem fim somente um limite que é o infinito.

Aline Lima disse...

cara vc será! =)
seremos.
todos.

Nasca™ disse...

e pra terminar .. caio.
lindo :*